O ex-diretor da Polícia Judiciária Militar, coronel Luís Vieira, rejeitou a informação de que tenha existido uma “encenação” na recuperação do material militar furtado em Tancos.

Spread the love