O Estado determinou a entrada de mais de 518 milhões de euros “em numerário” na CP para “cobertura de resultados transitados negativos”, de acordo com um comunicado enviado hoje à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Spread the love