O Governo argentino defendeu na quarta-feira que a “única maneira” de sair da “turbulência” que atravessa a economia nacional passa por erradicar o défice fiscal e corrigir desequilíbrios orçamentais que se arrastam há 70 anos.

Spread the love